Carros elétricos: Conheça os conectores padrão de cargas

Carros elétricos: Conheça os conectores padrão de cargas

Os carros elétricos têm ganhado mercado gradualmente no Brasil. Ainda que represente apenas 0,05% do mercado, esse nicho disparou de zero investimento para bilhões em infraestrutura em 10 anos, ou seja, o crescimento foi notável e tende a elevar-se.

Porém, com esse crescimento todo, aumentam também as dúvidas sobre o funcionamento das tecnologias envolvidas. Afinal, nem todos os carros elétricos são iguais. E também não é qualquer plugue que carrega as baterias desses veículos.

Neste post, explicaremos quais são os tipos de carregamento de carros elétricos e quais são os conectores padrão de cargas disponíveis no Brasil. Quer saber quais são? Acompanhe nosso texto!

Tipos de carregamento de carros elétricos

Com o avanço na tecnologia de veículos elétricos (VEs), existem basicamente três tipos de carregamento:

Carregamento Lento: em que o tempo de carregamento é de 6 a 8 horas, com aplicação recomendada para residências e empresas.

Carregamento Semirrápido: em que o tempo para carregamento da carga total será bem menor, entre 1 e 2 horas. A aplicação recomendada é para espaços públicos, vias públicas e semipúblicas, centros comerciais, estacionamentos,  etc.

Carregamento Rápido: em que o tempo de carregamento é de 30 minutos para atingir 80% de carga e 1 hora para 100% da carga, sendo recomendado para rodovias, pontos de táxi e pontos públicos em geral.

Tipos de plugue de carros elétricos atualmente utilizados

Atualmente, não há um padrão único de carregador de carro elétrico, já que cada fabricante dispõe de um modelo próprio de carro. Essa falta de padronização de estações de carregamento é um dos grandes desafios para montadoras, gerentes de infraestrutura e proprietários de veículos, inclusive naqueles países onde os carros elétricos já são realidade.

Veja a seguir as especificações de alguns dos conectores e carregadores de carros elétricos mais utilizados e compreenda a diferença entre eles.

Tipo 1 – SAE J1772

O plugue para recarga de carros elétricos da SAE J1772 respeita a norma norte-americana, responsável por padronizar conexões elétricas para veículos desse tipo nos Estados Unidos, contemplando conexões elétricas, protocolos de comunicação, especificações de desempenho dos sistemas de recarga condutivos de VEs e acopladores.

O plugue da SAE J1772 é do tipo Tipo 1, conforme a norma IEC 62196‑2, já que utiliza somente uma entrada monofásica para recarga (120 VCA, volts em corrente alternada, ou 240 VCA).

A SAE J1772 especifica o diâmetro da circunferência do conector em 43 milímetros, com 5 pinos e 3 diferentes bitolas. Este plugue é projetado para suportar 10.000 conexões e desconexões.

Tipo 2 – Mennekes

Os plugues Tipo 2 são o modelo padrão na Europa, exceto na França. Eles podem ser encontrados às vezes com o nome de “Mennekes”, o nome do fabricante alemão que concebeu este design.

Este tipo de conexão apresenta em um único dispositivo a possibilidade de utilizar os três métodos existentes de recarregamento, todos em corrente alternada (CA): normal, semirrápido e rápido.

Esse padrão de plugue é apropriado para conexões monofásicas e trifásicas, permitindo correntes de recarga entre 13 e 63 amperes (A), ou seja, potências de recarga entre 3,7 quilowatts (kW) e 44 quilowatts.

Assim como o padrão Tipo 1, os Mennekes utilizam os pinos de “controle piloto” e “terra” para realizar a comunicação entre o VE e o eletroposto, contemplando sistemas de proteção e segurança, como: verificação do aterramento da estação de carga, comunicação com o VE e intertravamento elétrico e mecânico.

CHAdeMO – Recarga rápida CC

O padrão CHAdeMO (Charge de Move – recarregue para o movimento) foi elaborado por uma associação formada no Japão, composta pelas empresas Tokyo Electric Power Company, Nissan, Mitsubishi, Toyota e Fuji Heavy Industries, para atender o método de recarga rápida de veículos elétricos.

A recarga pode ocorrer em potências de até 62,5 quilowatts, com a alimentação sendo em corrente contínua (CC), em vez da alimentação CA dos outros métodos. Este padrão de conexão realiza a comunicação entre a estação de carga e os carros elétricos via protocolo CAN (Controller Area Network).

Combo CCS – Tipo 1 ou Tipo 2

O Sistema de Recarga Combinado (Combined Charging System – CCS), conhecido como Combo, foi oficialmente divulgado em 2012. Este padrão de plugue permite a recarga rápida em CC, como também a recarga lenta ou rápida em CA.

O objetivo deste padrão é que os usuários de carros elétricos tenham a possibilidade de utilizar a maioria dos eletropostos atuais, permitindo a implantação de uma infraestrutura comum aos diversos tipos de carros movidos a bateria.

Este tipo de conexão apresenta em um único dispositivo a possibilidade de utilizar todos os métodos existentes de recarregamento: monofásico CA, trifásico CA e rápido CC.

Contudo, devido à existência de diversos padrões de recarga, sendo principalmente adotado o Tipo 1 (nos EUA) e o Tipo 2 (na Europa), este novo padrão acompanhou essa divergência entre regiões e também está disponível em dois modelos: o Combo Tipo 1 e o Combo Tipo 2, assim apresentados:

  • Combo Tipo 1: combo da SAE J1772 no qual a tomada do VE tem duas partes. A superior, que contém o padrão SAE J1772 para recarga CA (níveis 1 e 2) de até 19 kW; e a inferior, que contém 2 entradas específicas para recarga rápida em CC – permitindo recargas de até 500 V / 200 A (100 kW).
  • Combo Tipo 2: Este padrão permite recargas em CC e CA, porém a parte superior é o padrão Mennekes Tipo 2. Este padrão permite que ocorra a recarga rápida tanto em CA (até 43 kW) como em CC.

Tesla Charging

Como diz o próprio nome, este é o conector exclusivo da Tesla, desenvolvido pela própria fabricante para o Supercharger. Este plugue foi criado para trabalhar tanto com corrente alternada quanto contínua.

As estações residenciais com corrente alternada fornecem até 19,26 kW, entre 110 V e 240 V. Já os Superchargers usam corrente contínua e uma potência de até 250 kW (as primeiras versões tinham um limite de 135 kW).

A marca ainda oferece adaptadores para Tipo 1 e CHAdeMO, além de entregar os carros no resto do mundo com conectores CCS Tipo 2.

Carros elétricos no Brasil: cinco tipos de conectores à disposição

No Brasil, os carros elétricos vendidos atualmente utilizam cinco tipos de conectores: SAE Tipo 1, Tipo 2 AC, CCS Tipo 2, CHAdeMO e GB/T.

Assim como vem ocorrendo no resto do mundo, essa variedade já causa problemas para proprietários de carros elétricos no Brasil. Isso porque as estações de recarga instaladas em algumas estradas e locais específicos, como os pontos na Rodovia Presidente Dutra, oferecem apenas as tomadas Tipo 2 AC, CCS Tipo 2 e CHAdeMO.

Por outro lado, os postos de recarga em alguns shoppings e supermercados são limitados apenas ao plugue Tipo 2 AC.

Esse é um problema que não será resolvido com facilidade, pois há uma disputa de qual é o sistema mais eficiente: japonês, europeu ou americano.

Portanto, o passo central é verificar a compatibilidade do soquete do carro elétrico adquirido com o padrão da estação de carregamento que se pretende utilizar.

Vamos escrever lado a lado um futuro mais seguro, sustentável e inteligente! Acesse o site +Perto Arquitetura e Design e vamos evoluir juntos.

Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.