Como Dimensionar Disjuntor

Como Dimensionar Disjuntor

É muito comum em instalações elétricas residenciais, principalmente em casas muito antigas, encontrarmos um único disjuntor no quadro de entrada, e fiação  com condutores rígidos.

Problemas nas fiações elétricas são responsáveis por grandes parte dos incêndios, por isso é importante sempre contratar um profissional habilitado que execute o projeto de acordo com as normas vigentes e acompanhe a obra para garantir a segurança da instalação.

Os minidisjuntores atuam na proteção contra curto-circuito e sobrecarga. E devem ser dimensionados de acordo com a potência prevista do circuito e suportabilidade dos cabos. A função dos minidisjuntores é permitir que a corrente passe sem interrupção através de um circuito fechado, e caso ocorra sobrecarga ou curto-circuito o mesmo deve interromper a circulação de corrente de acordo com o tempo e valores previstos em norma.

Veja as características dos disjuntores:

·         Disjuntor Monopolar: É indicado para circuitos com uma única fase. Ex: Circuitos de iluminação e tomadas em sistemas fase/neutro (127 ou 220V);

Disjuntor Bipolar: É indicado para circuitos com duas fases. Ex: Circuitos para chuveiros e torneiras elétricas em sistemas bifásicos fase/fase (220V)

Disjuntor Tripolar: É indicado para circuitos com três fases. Ex: Circuitos para motores em sistemas trifásicos (220 ou 380V).

Os minidisjuntores são classificados conforme a curva de atuação, e possuem seus valores e tempos de atuação definidos em norma. Os minidisjuntores são denominados termomagnéticos, pois possuem proteção térmica contra sobrecarga e proteção magnética contra curto-circuito. Os tipos de curvas mais comuns encontradas no mercado brasileiro são as curvas B, C e D:

Disjuntores de curva B: são indicados para cargas resistivas com pequena corrente de partida, por exemplo, aquecedores elétricos, fornos elétricos e lâmpadas incandescentes e atuam em correntes de curto-circuito de três a cinco vezes a sua corrente nominal;

Disjuntores de curva C: são indicados para cargas mistas com média corrente de partida, por exemplo, lâmpadas fluorescentes e máquinas de lavar roupas e eles atuam em correntes de curto-circuito de cinco a dez vezes a corrente nominal;

Disjuntores de curva D: são indicados para cargas com grande corrente de partida, por exemplo, motores, esses disjuntores atuam para correntes de curto-circuito entre dez e vinte vezes a sua nominal.

Além dos disjuntores é possível encontrar nos quadros de distribuição dispositivos para protegem contra fuga de corrente e surtos de tensão. São os DR (Dispositivo Diferencial Residual), que protege pessoas e animais contra choques elétricos; e DPS (Dispositivo de Proteção contra Surtos), que protege os equipamentos ligados aos circuitos elétricos contra surtos de tensão.

Dica ABB

Para as instalações elétricas em residências, nossa indicação de produto é a linha de minidisjuntores SH200T ABB. O produto possui proteção termomagnética contra sobrecargas e curto-circuitos e foi desenvolvido com a qualidade e a confiabilidade ABB em conformidade com a norma NBR NM 60898 e a certificação INMETRO. 

Gostou da dica?

Confira todas as soluções que a ABB pode oferecer para o seu projeto.
Acesse a loja on-line e economize tempo e dinheiro! É fácil e rápido!



Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.