Conheça os principais erros que geram curto-circuito

Conheça os principais erros que geram curto-circuito

Curto-circuito é o que acontece quando uma corrente elétrica que atravessa um circuito atinge uma força muito elevada, acima da resistência do próprio circuito. Isso leva a uma queda no circuito e cria uma descarga que pode danificá-lo. Além disso, esse imprevisto pode causar acidentes graves, como choques elétricos e incêndios.

Esse acontecimento, devido à dissipação instantânea de energia, geralmente ocasiona reações violentas, como faíscas, dispersão de calor ou explosões. Tal fenômeno pode acontecer por diversas circunstâncias, sendo fundamental conhecê-las para que se consiga verificá-las, tomar as devidas providências e evitar grandes danos.

Continue a leitura e entenda quais são as principais falhas que geram um curto-circuito.

 

Instalação elétrica inadequada

Muitos fatores podem levar a um curto-circuito. Entre eles, destaca-se a instalação elétrica feita de forma irregular. Como muitas pessoas, ao construir um imóvel, por exemplo, acabam não contratando um profissional capacitado para fazer o planejamento elétrico, a instalação pode ser realizada de maneira não segura, levando a riscos de curto-circuito.

As instalações elétricas são bastante complexas e exigem atenção para que não tenham erros e fiquem vulneráveis a problemas como um curto-circuito. As instalações clandestinas ou os famosos “gatos”, por exemplo, são situações que elevam os riscos. Por isso, ao executar esse serviço de instalação, é indispensável contar com serviços especializados, seguir as normas, afastar a fiação da água ou calor e priorizar a qualidade dos produtos.

 

Sobrecarga de tomadas

Outra grande falha que poderá levar a um sério problema no circuito elétrico é a sobrecarga das tomadas. Ao utilizar diversos aparelhos em uma única tomada, soma-se uma corrente muito alta em um mesmo ponto, podendo gerar uma sobrecarga elétrica, aumentando a temperatura e provocando um curto-circuito.

Além disso, para que esses vários aparelhos estejam ligados em uma única tomada, faz-se uso de extensões, benjamins ou adaptadores de tomadas. Com isso, aumenta-se ainda mais as chances de um acidente ocorrer, pois há uma corrente elétrica acima da projetada para aquela tomada, e, com a elevação da temperatura, esses itens podem derreter e levar também ao curto.

 

Falta de manutenção

A ausência de manutenção na rede elétrica também é um erro bastante comum, tanto em residências quanto em prédios comerciais. Com o avanço da tecnologia, muitos aparelhos novos e mais seguros vêm sendo incorporados ao nosso dia a dia. Porém, em muitos casos, as instalações elétricas não acompanham essa evolução, pois são mais antigas e não passam por acompanhamento periódico.

Sendo assim, vale a pena ressaltar que é importante estabelecer uma periodicidade de manutenções elétricas. É necessário verificar as condições da fiação, problemas de subdimensionamento da rede, ausência de dispositivos de proteção e desgaste dos componentes. Para isso, as manutenções preventivas, preditivas e até mesmo as corretivas precisam estar presentes no planejamento.

 

Como evitar que o curto-circuito ocorra?

Como vimos, um curto-circuito pode gerar sérias consequências. Sendo assim, é importante procurar formas de evitá-lo. Para isso, levando em consideração o que foi apresentado neste conteúdo, podemos destacar cuidados como:

- investir em uma instalação elétrica de qualidade;

- realizar manutenções gerais na instalação a cada cinco anos;

- prestar atenção aos sinais de problemas na instalação;

- ter um projeto adequado ou fazer as adaptações necessárias para não precisar ligar vários aparelhos em um único ponto;

- proteger as tomadas contra água ou outro elemento não compatível;

- utilizar sempre material de qualidade.

Para identificar um curto-circuito, é necessário levar em consideração alguns sinais, como cheiro de queimado, desarme de disjuntores, queda de energia, entre outros. Caso haja a constatação de que aconteceu um curto-circuito, é necessário saber em qual ponto ocorreu a falha e qual foi a causa para então corrigir o erro.

Sendo assim, um profissional eletricista qualificado é a pessoa mais indicada para solucionar problemas com o circuito elétrico, tanto em residências quanto em indústrias, prédios públicos ou qualquer outra edificação.

 

Gostou do conteúdo? Aproveite e confira outros artigos semelhantes em nosso blog

 

[Catálogo] Conheça nossas soluções residenciais e prediais! | Baixar catálogo | ABB Eletrificação



Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.