Entenda como o metaverso pode influenciar a arquitetura
Arquitetura e Design

Entenda como o metaverso pode influenciar a arquitetura

05.07.2022 | 6 minutos de leitura

As possibilidades criadas no ambiente do metaverso, essa proposta com o objetivo de criar um espaço de convergência entre o universo real e o virtual, vêm sendo estimuladas em todos os setores econômicos e profissionais. Para a arquitetura, por exemplo, é uma oportunidade de ampliar o nicho de trabalho pelo desenvolvimento de projetos virtuais.

No entanto, o tão falado universo virtual ainda está em fase de planejamento, mas já recebeu contribuições importantes, como a do empresário Mark Zuckerberg, que anunciou a mudança de nome da marca Facebook para Meta. Para entender o interesse de empresários e corporações pelo tema, destacamos neste artigo as alternativas para o setor de arquitetura. 

Qual é a origem do metaverso?

Primeiramente, é preciso esclarecer que a palavra metaverso é constituída pelo prefixo grego “meta” (que significa além) e “universo”, substantivo masculino. Portanto, o significado literal é “além do universo”. Contudo, extrapolando a etimologia da expressão, o conceito refere-se a um espaço ou ambiente de realidade virtual no qual pode existir interação entre os usuários. 

Apesar do termo ter sido abordado no início da década de 1990, com o romance “Snow Crash” do escritor Neal Stephenson, o metaverso ganhou destaque de publicações em diferentes partes do mundo depois de o proprietário do Facebook divulgar que mudaria o nome da empresa para “Meta”. 

Entretanto, outras empresas também estão se preparando para a chegada do universo virtual, que por enquanto está em fase de planejamento. Nesse sentido, empresas como Roblox e Epic Games acreditam que o espaço será um ecossistema aberto e não centralizado por apenas um grupo ou organização. 

Como a arquitetura pode incorporar o metaverso?

Se avaliarmos que no metaverso será construído um novo ambiente social, ainda que virtual, podemos entender a importância dos profissionais de arquitetura, engenharia e design. Na avaliação dos especialistas em tecnologia, esse espaço será descentralizado, autônomo, criativo e definido pelos usuários (cidadãos). 

Os principais elementos dessa nova construção serão a realidade virtual, a inteligência artificial e a internet das coisas (IoT). Com a oportunidade de trabalhar ferramentas tecnológicas aperfeiçoadas constantemente, será possível concluir a edificação do metaverso em pouco tempo.

Desse modo, cabe à arquitetura a responsabilidade de criar projetos construtivos virtuais adequados à realidade de um futuro idealizado, ou seja, de acordo com os desejos dos usuários/proprietários. 

Agora, você pode estar pensando que se trata de um trabalho muito difícil. Mas, se lembrarmos dos processos adaptados para o ambiente digital desde o início da crise sanitária mundial, perceberá que não está tão fora da realidade. 

Um objetivo do metaverso é substituir as experiências 2D dos usuários para o cenário 3D. Portanto, trata-se de empregar um novo visual para as interações sociais, como a vida em sociedade, os relacionamentos e o trabalho. 

Quais são as principais tecnologias da arquitetura?

É importante destacar que, tanto na arquitetura quanto na construção civil, as soluções tecnológicas vêm contribuindo para a segurança e maior precisão no desenvolvimento dos projetos. 

Por isso, elencamos três das soluções mais empregadas e que poderão ser potencializadas na perspectiva do metaverso.

Tecnologia BIM

O termo original Building Information Modeling (BIM) pode ser traduzido para o português como Modelagem da Informação da Construção. Trata-se da tecnologia aplicada ao desenvolvimento de projetos em que é possível reunir todas as etapas, de forma a monitorar o andamento e o surgimento de quaisquer problemas. 

É válido apontar que, para um projeto ser considerado BIM, terá de detalhar o desenvolvimento de um modelo digital de construção, com diferentes dimensões e características bem definidas. 

Para completar, a tecnologia possibilita a participação de diferentes profissionais, trabalhando colaborativamente e em tempo real. 

Trenas digitais

Até algum tempo atrás, os profissionais contavam apenas com a trena manual para realizar a mensuração de espaços no início de um trabalho. Agora estão disponíveis câmeras com sensores de profundidade, scanners e vários softwares para medir com precisão as dimensões em uma edificação.  

Realidade aumentada

Esta tecnologia possibilita a visualização antecipada de um projeto, antes mesmo que seja iniciado. É uma forte aliada de arquitetos e designers na elaboração e apresentação de propostas aos clientes, oferecendo a alternativa de mudanças sem comprometer o projeto original. 

Como se vê, o papel da arquitetura na construção e funcionamento do metaverso será importante e ela terá grande demanda. Os profissionais já estão preparados para essa transformação e contam com soluções tecnológicas relevantes. 

Portanto, a arquitetura está um passo à frente na conquista do espaço profissional nesse novo ambiente social, graças aos avanços tecnológicos. 

No blog da ABB você fica atualizado sobre os conteúdos de arquitetura e design. Acesse e veja tudo que preparamos para você. 

Autor

Abel Santos

Olá! Você ainda não me conhece? Muito prazer, eu sou o Abel Santos, parceiro da ABB Eletrificação e estou aqui para te ajudar a saber mais sobre todo o portfólio de produtos de Eletrificação, do Residencial ao Industrial! Confira os conteúdos exclusivos compartilhados aqui no Blog!

Informações sobre ABB

A Divisão de Eletrificação é líder mundial em produtos e soluções elétricas, opera em mais de 100 países, com mais de 200 locais de fabricação. Mais de 55.000 colaboradores estão dedicados a uma promover eletrificação segura, inteligente, sustentável e um futuro com zero emissões. Eletrificação está estruturada em 5 unidades de negócios que compõem o portfólio completo de produtos e soluções:

Distribution Solution, que contempla o portfólio de Média Tensão estão: painéis certificados, disjuntores, chaves e relés de média tensão, além de soluções para subestações de energia.

Smart Power por sua vez contempla o portfólio de produtos e soluções de Baixa Tensão, focado no fornecimento de soluções para a indústria: disjuntores, produtos de segurança, manobra e controle.

A unidade de Smart Buildings tem como missão fornecer produtos e soluções residenciais e prediais que apoiem na segurança e automatização da sua casa ou escritório, como por exemplo minidisjuntores, quadros elétricos, interruptores e tomadas e a linha de automação residencial KNX.

A unidade de E-mobility fornece as soluções mais modernas do mercado para carregamento veicular, fornecendo recarga de carros particulares a utilitários elétricos.

Para finalizar a unidade de Serviços, responsável pelo atendimento de reparo e manutenção de produtos do portfólio.

O amplo portfólio de produtos e soluções atendem as diversas demandas, do residencial ao industrial, distribuição de energia inteligente para serviços públicos, indústria, infra-estrutura e transporte.
© Razão Social: ABB Eletrificação Ltda | CNPJ: 33.449.988/0001-20
Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.