A importância do carbono neutro na indústria
Eficiência Energética

A importância do carbono neutro na indústria

30.01.2024 | 10 minutos de leitura

A indústria enfrenta uma pressão crescente para revisitar suas práticas e se alinhar aos princípios da sustentabilidade. Essa nova demanda é consequência dos problemas ambientais sem precedentes que o mundo passa atualmente. Neste cenário, o conceito de carbono neutro emerge como um pilar — tanto como uma resposta à crise climática, quanto como uma estratégia para redefinir a relação da indústria com o meio ambiente.

A importância do carbono neutro transcende a mera conformidade com normas e certificações ambientais, trata-se de um compromisso ético com o futuro do planeta e um investimento estratégico na própria sustentabilidade dos negócios.

Continue acompanhando o artigo para entender como aplicar esse conceito e conhecer o panorama atual da sustentabilidade na indústria.

A necessidade de uma indústria sustentável

No cenário atual, a sustentabilidade na indústria é uma necessidade urgente.

Já é consenso que as práticas industriais tradicionais têm consequências ambientais significativas, e o desafio de se adaptar a um modelo mais sustentável é tão grande quanto essencial.

Consequências ambientais das práticas industriais tradicionais

Historicamente, a indústria tem sido uma das principais fontes de poluição ambiental.

Processos de fabricação intensivos com extração de recursos, uso massivo de combustíveis fósseis e geração de grandes quantidades de resíduos contribuem para a degradação ambiental.

Além disso, a exploração excessiva de recursos naturais leva à perda de biodiversidade, alteração de ecossistemas e esgotamento de matérias-primas importantes.

Impactos negativos das emissões de carbono

Um dos impactos ambientais mais críticos da indústria é a emissão de gases de efeito estufa, principalmente o dióxido de carbono, metano, material particulado, dióxido de enxofre, óxidos de nitrogênio e monóxido de carbono.

Estes gases contribuem para as mudanças climáticas globais, já que causam alterações climáticas severas, aumento do nível do mar e eventos meteorológicos extremos.

Vale ressaltar, ainda, que além dos impactos ambientais, a poluição atmosférica pode causar efeitos nocivos à saúde humana, como é destacado nessa cartilha do Ministério da Saúde.

A redução das emissões de carbono é, portanto, um aspecto central da sustentabilidade na indústria.

Leia também: Qual é o papel da subestação de energia na indústria?

A busca por alternativas sustentáveis

Em resposta às crescentes demandas por responsabilidade ambiental, a indústria está passando por uma transformação, impulsionada por iniciativas inovadoras e alternativas sustentáveis, que promovem práticas mais ecoeficientes.

Conheça algumas estratégias:

Economia circular

Um aspecto fundamental dessa transformação é a mudança para um modelo de economia circular.

Em vez do tradicional modelo linear de "produzir, usar e descartar", a economia circular enfatiza a reutilização, a reciclagem e a reparação de produtos.

Isso minimiza o desperdício e maximiza o uso eficiente de recursos.

Produtos sustentáveis e embalagens ecológicas

A indústria está também focando no desenvolvimento de produtos sustentáveis e embalagens ecológicas.

Isso inclui a redução de plásticos, o uso de materiais reciclados e biodegradáveis, além da concepção de produtos duráveis e facilmente recicláveis.

Responsabilidade social corporativa

As empresas também estão investindo na adoção de políticas de responsabilidade social corporativa que abordam questões ambientais. Um exemplo disso é a ascensão do conceito ESG (Environmental, Social and Corporate Governance) nas discussões de conselhos administrativos e eventos de diversos setores da economia, como na indústria.

As empresas estão se comprometendo com metas de sustentabilidade e investindo em projetos de conservação e restauração ambiental. Isso se deve, principalmente, à pressão do mercado — causada por clientes e stakeholders.

Parcerias e colaborações

A busca por sustentabilidade na indústria está sendo fortalecida por parcerias e colaborações entre empresas, governos e organizações não governamentais.

Assim, é mais fácil compartilhar técnicas, recursos e melhores estratégias para acelerar a transição para práticas mais sustentáveis.

Leia também: Entenda a digitalização da Indústria 4.0

O conceito de carbono neutro

O conceito de carbono neutro envolve a redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE), especialmente dióxido de carbono (CO2), a um nível que possa ser equilibrado por medidas compensatórias, algo que resulta em um impacto líquido zero na atmosfera.

Basicamente, alcançar a neutralidade de carbono significa que uma entidade está removendo ou compensando tanto CO2 da atmosfera quanto está emitindo.

Veja alguns benefícios do carbono neutro para o setor industrial:

Benefícios econômicos

A adoção de práticas de carbono neutro pode trazer benefícios econômicos significativos para as empresas.

Por exemplo, o investimento em eficiência energética e fontes renováveis contribui para reduzir custos operacionais a longo prazo, já que os gastos com energia elétrica podem representar até 40% das despesas associadas à produção industrial.

Além disso, empresas carbono neutro tendem a estar mais alinhadas com as políticas governamentais de incentivos fiscais e subsídios para práticas sustentáveis, o que resulta em economias financeiras adicionais.

Benefícios reputacionais

Do ponto de vista reputacional, as empresas que adotam práticas de carbono neutro frequentemente experimentam um aumento no valor da marca.

Isso acontece por causa do crescente interesse dos consumidores por produtos e serviços ambientalmente responsáveis. Um estudo desenvolvido pela Deloitte apontou que 32% dos consumidores pagariam mais por bens e serviços caso reduzissem sua pegada de carbono.

Além disso, a neutralidade de carbono ajuda a fortalecer as relações com stakeholders e investidores, que estão cada vez mais focados na sustentabilidade corporativa e nos índices de sustentabilidade divulgados pelas bolsas de valores ao redor do mundo — inclusive a B3.

Como já falamos, o interesse de stakeholders, consumidores e parceiros gera uma pressão positiva para a empresa, pois ela é impulsionada a mudar sua postura organizacional.

Leia também: Automação industrial e a eficiência energética na indústria

Estratégias para a indústria atingir a neutralidade de carbono

A jornada em direção à neutralidade de carbono na indústria requer uma abordagem multifacetada.

Veja algumas estratégias essenciais que as companhias podem adotar para atingir esse objetivo:

Eficiência energética

A eficiência energética é bastante importante para reduzir as emissões de carbono nas operações industriais.

Essa técnica envolve a implementação de tecnologias mais eficientes e a otimização dos processos para minimizar o desperdício de energia.

Algumas medidas podem incluir a modernização de equipamentos, o aperfeiçoamento dos processos de fabricação e a adoção de práticas operacionais que reduzam o consumo de energia.

Estas ações sustentáveis também resultam em economias significativas nos custos operacionais.

Energias renováveis

A transição energética para fontes de energia renováveis também é fundamental na estratégia de neutralidade de carbono.

A energia solar, eólica e hidrelétrica são alternativas limpas e devem ser integradas aos processos industriais para reduzir significativamente as emissões de GEE.

Investir em sua própria infraestrutura de energia renovável ou adquirir energia de fontes renováveis são maneiras eficazes de promover essa mudança.

Inovação tecnológica

A inovação tecnológica desempenha um papel crucial na redução das emissões de carbono.

O uso de automação, inteligência artificial e Internet das Coisas (IoT) serve para otimizar processos, melhorar a eficiência energética e reduzir o desperdício.

Um estudo da ABB apurou que 72% das empresas estão investindo mais em IoT justamente para alcançar a sustentabilidade.

Estas tecnologias permitem um controle mais preciso dos processos de produção e ajudam a identificar áreas que podem ser melhoradas.

Compensação de carbono

A compensação de carbono é importante para compensar os gases que são gerados durante o processo industrial e não podem ser evitados. Algumas estratégias são: reflorestamento, gerenciamento de resíduos sólidos e logística reversa.

É interessante escolher projetos certificados e mensuráveis para garantir a eficácia da compensação.

A importância do carbono neutro na indústria

Vamos entender melhor por que é importante investir em carbono neutro e por que esse conceito não é somente um termo da moda.

Contribuição para metas globais de sustentabilidade

Alcançar a neutralidade de carbono é fundamental para cumprir os objetivos estabelecidos em acordos internacionais, como o Acordo de Paris, que visa limitar o aumento da temperatura global.

Ao reduzir as emissões de gases de efeito estufa, as indústrias atuam na diminuição do impacto das atividades humanas no clima.

Isso não só ajuda a prevenir consequências ambientais graves, como o aumento do nível do mar e eventos climáticos extremos, mas também promove a preservação da biodiversidade e dos ecossistemas.

Redução da pegada de carbono e seus impactos positivos

Além de contribuir com as estratégias contra as mudanças climáticas, a diminuição da emissão de GEE também melhora a qualidade do ar e da água, algo que beneficia a saúde pública e o meio ambiente.

A adoção de processos e tecnologias mais limpas também pode resultar em eficiências operacionais e redução de custos. Isso oferece um retorno econômico tangível para as empresas.

Leia também: Conversor ou inversor de frequência: saiba mais sobre o assunto

Desafios para a indústria alcançar o carbono neutro

A transição para a neutralidade de carbono na indústria é uma jornada complexa, repleta de desafios tanto econômicos quanto técnicos. Compreender esses obstáculos é essencial para desenvolver estratégias eficazes e alcançar metas sustentáveis.

Obstáculos econômicos

Um dos principais desafios é o custo associado à implementação de tecnologias limpas e à reestruturação dos processos de produção.

A transição para fontes de energia renováveis, a adoção de práticas sustentáveis e a modernização dos equipamentos exigem investimentos significativos.

Para muitas empresas, equilibrar a demanda por sustentabilidade com a viabilidade econômica é uma tarefa desafiadora. Além disso, há a preocupação com o retorno sobre o investimento e a necessidade de continuar sendo competitivas no mercado.

Desafios técnicos

Do ponto de vista técnico, as empresas enfrentam desafios na integração de novas tecnologias e na adaptação de infraestruturas existentes.

Implementar soluções de energia renovável e sistemas de eficiência energética em instalações industriais já estabelecidas pode ser complexo.

Além disso, há a necessidade de desenvolver competências e conhecimentos específicos para gerenciar essas novas tecnologias de forma eficaz.

ABB: sua parceira na jornada para a neutralidade de carbono

A ABB, com sua expertise em tecnologias elétricas e automação, oferece soluções que vão auxiliar as indústrias na transição para o carbono neutro.

As nossas soluções contemplam sistemas de energia renovável, eficiência energética e tecnologias de automação que otimizam as operações industriais e reduzem a pegada de carbono.

Com o suporte da ABB, as empresas conseguem superar os obstáculos econômicos e técnicos, a fim de implementar com sucesso práticas sustentáveis e inovadoras.

Veja o catálogo da ABB para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a alcançar seus objetivos de sustentabilidade!

Autor

Abel Santos

Olá! Você ainda não me conhece? Muito prazer, eu sou o Abel Santos, parceiro da ABB Eletrificação e estou aqui para te ajudar a saber mais sobre todo o portfólio de produtos de Eletrificação, do Residencial ao Industrial! Confira os conteúdos exclusivos compartilhados aqui no Blog!

Informações sobre ABB

A Divisão de Eletrificação é líder mundial em produtos e soluções elétricas, opera em mais de 100 países, com mais de 200 locais de fabricação. Mais de 55.000 colaboradores estão dedicados a uma promover eletrificação segura, inteligente, sustentável e um futuro com zero emissões. Eletrificação está estruturada em 5 unidades de negócios que compõem o portfólio completo de produtos e soluções:

Distribution Solution, que contempla o portfólio de Média Tensão estão: painéis certificados, disjuntores, chaves e relés de média tensão, além de soluções para subestações de energia.

Smart Power por sua vez contempla o portfólio de produtos e soluções de Baixa Tensão, focado no fornecimento de soluções para a indústria: disjuntores, produtos de segurança, manobra e controle.

A unidade de Smart Buildings tem como missão fornecer produtos e soluções residenciais e prediais que apoiem na segurança e automatização da sua casa ou escritório, como por exemplo minidisjuntores, quadros elétricos, interruptores e tomadas e a linha de automação residencial KNX.

A unidade de E-mobility fornece as soluções mais modernas do mercado para carregamento veicular, fornecendo recarga de carros particulares a utilitários elétricos.

Para finalizar a unidade de Serviços, responsável pelo atendimento de reparo e manutenção de produtos do portfólio.

O amplo portfólio de produtos e soluções atendem as diversas demandas, do residencial ao industrial, distribuição de energia inteligente para serviços públicos, indústria, infra-estrutura e transporte.
© Razão Social: ABB Eletrificação Ltda | CNPJ: 33.449.988/0001-20
Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.