Preços para: Informe o seu CEP
Tendências do setor elétrico para 2023
Profissionais da Elétrica

Tendências do setor elétrico para 2023

30.12.2022 | 6 minutos de leitura

O acompanhamento do setor elétrico nacional divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) aponta que a oferta de energia hidráulica voltou a crescer, em razão do aumento das chuvas (13%), enquanto a geração térmica reduziu mais de 40%. 

As informações demonstram um cenário positivo na redução de fontes não renováveis e responsáveis pelo aumento da emissão de gases de efeito estufa. Do mesmo modo, a geração eólica e solar continuam a crescer, impulsionadas pelos investimentos das empresas do setor. 

Para entender os avanços, desafios e tendências do setor, reunimos informações relevantes para explicar como é possível investir na eficiência energética e na utilização de fontes renováveis de energia elétrica. Continue a leitura e fique atualizado!

 

Qual é o cenário do setor elétrico nacional?

O relatório do Balanço Energético Nacional (BEN), divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) no ano passado, destacou a redução na oferta de energia hidráulica, em razão da escassez de chuvas e o aumento da produção de usinas termelétricas. 

Ainda assim, a oferta interna de energia cresceu 4,5%, devido às fontes renováveis como a eólica, a solar e a de biodiesel. Essas três modalidades foram responsáveis por 44,7% da produção gerada internamente, colaborando para que a matriz energética brasileira ficasse acima da média mundial. 

No penúltimo mês de 2022, as expectativas continuam positivas em termos de uso de fontes renováveis, já que a geração hidráulica voltou a crescer em participação. Além disso, as fontes renováveis devem continuar em alta, com crescimento de dois pontos percentuais e destaque para a energia solar (70%).

Em relação aos consumidores brasileiros, a preocupação com o desperdício de energia elétrica também chama a atenção. Uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) aponta que 65% dos entrevistados afirmaram que tomam atitudes para economizar, enquanto 21% evitam desperdiçar, mas não com frequência diária.

 

Quais são as principais tendências do setor elétrico para 2023?

É preciso destacar que as tendências envolvendo as atividades e programas do setor elétrico estão pautadas em sustentabilidade, tecnologia, pesquisas de campo e descentralização da oferta do bem. 

Nesse sentido, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) revelou que já começou a preparar um estudo para identificar os riscos associados aos custos de combustíveis e à instabilidade na geração de energia com fontes renováveis. A justificativa é ter maior conhecimento sobre informações como os custos para desenvolver as atividades e os riscos que podem surgir no cenário nacional.

Em outras palavras, o objetivo é ter acesso a informações mais detalhadas sobre geração de energia eólica e fotovoltaica, entraves, análise de cenários e instabilidade que pode ocorrer no caso de mudanças climáticas repentinas, como acontece com a estiagem de chuvas. 

Com esse entendimento, elencamos algumas tendências que já estão em evidência e devem consolidar-se em 2023.

 

Descarbonização

Em linhas gerais, trata-se da transição defendida globalmente para impulsionar os investimentos em fontes renováveis e com menor produção de carbono, como é o caso da energia térmica. 

De acordo com a Associação Brasileira das Comercializadoras de Energia Elétrica (Abraceel), o mercado livre de energia será fundamental nesse processo e a expectativa é de que sejam investidos recursos na ordem de R$ 142 bilhões até 2025. 

 

Reorganização da matriz elétrica

No Brasil, a participação das fontes renováveis de energia atingiu 85% em 2021. Os recursos utilizados são oriundos dos seguintes sistemas: hidrelétricos, eólicos, biomassa de cana-de-açúcar e solar. O objetivo, então, é aumentar o incentivo às fontes que possam substituir a geração com água, tendo em vista o aumento da estiagem nos últimos anos. 

Do mesmo modo, novas tecnologias estão em fase de desenvolvimento, por exemplo: usinas híbridas, redes inteligentes, veículos elétricos, hidrogênio verde e armazenamento/baterias.

 

Descentralização

Neste caso, a maior contribuição virá da energia fotovoltaica, já que a população poderá investir na produção de eletricidade para o consumo e, ainda, comercializar o excedente para as empresas. Outra possibilidade importante é aproveitar o modo de geração para adquirir carros elétricos, mais econômicos e sustentáveis. 

 

Digitalização

A digitalização do setor elétrico está diretamente ligada às soluções tecnológicas da Inteligência Artificial (IA) e da Internet das Coisas. A ampliação de serviços dessa natureza oferecerão mais informações ao consumidor, que poderá avaliar a quantidade de energia consumida nos bens, como aparelhos eletrodomésticos e a própria instalação residencial. 

 

Quais são os próximos passos do setor elétrico?

Além das tendências apresentadas, o mercado livre de energia elétrica é uma iniciativa que está no centro das atenções do mercado brasileiro. A portaria divulgada pelo Ministério de Minas e Energia no mês de setembro de 2022 (50/2022) revelou que todos os consumidores conectados em alta tensão terão oportunidade de aderir ao mercado livre a partir de 2024.

Na prática, o consumidor terá permissão para contratar o fornecedor de energia elétrica que oferecer o melhor serviço e preço. Vale destacar que essa possibilidade só era permitida a quem tivesse consumo mínimo de 500 quilowatts (kW). Para se ter uma ideia do atual cenário, o mercado livre de energia responde por 38% da eletricidade consumida no Brasil. 

Também é importante ressaltar que, de acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), os estados com participação no mercado livre são estes: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Pará. Portanto, a ampliação da autorização será muito positiva para empresas e consumidores de outras regiões do país.  

Em resumo, o Brasil está se preparando para fortalecer os investimentos na geração e consumo de energia elétrica proveniente de fontes renováveis. Esse compromisso é parte importante dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em que foi firmado o empenho na geração de energia limpa e acessível. 

No blog da ABB você tem acesso a conteúdos relevantes sobre o setor elétrico brasileiro e as principais tecnologias utilizadas para ampliar as oportunidades de investimentos em eficiência energética. Acesse o site e fique bem informado!

Tags

Tendências do setor elétrico
Setor elétrico

Autor

Abel Santos

Olá! Você ainda não me conhece? Muito prazer, eu sou o Abel Santos, parceiro da ABB Eletrificação e estou aqui para te ajudar a saber mais sobre todo o portfólio de produtos de Eletrificação, do Residencial ao Industrial! Confira os conteúdos exclusivos compartilhados aqui no Blog!

Informações sobre ABB

A Divisão de Eletrificação é líder mundial em produtos e soluções elétricas, opera em mais de 100 países, com mais de 200 locais de fabricação. Mais de 55.000 colaboradores estão dedicados a uma promover eletrificação segura, inteligente, sustentável e um futuro com zero emissões. Eletrificação está estruturada em 5 unidades de negócios que compõem o portfólio completo de produtos e soluções:

Distribution Solution, que contempla o portfólio de Média Tensão estão: painéis certificados, disjuntores, chaves e relés de média tensão, além de soluções para subestações de energia.

Smart Power por sua vez contempla o portfólio de produtos e soluções de Baixa Tensão, focado no fornecimento de soluções para a indústria: disjuntores, produtos de segurança, manobra e controle.

A unidade de Smart Buildings tem como missão fornecer produtos e soluções residenciais e prediais que apoiem na segurança e automatização da sua casa ou escritório, como por exemplo minidisjuntores, quadros elétricos, interruptores e tomadas e a linha de automação residencial KNX.

A unidade de E-mobility fornece as soluções mais modernas do mercado para carregamento veicular, fornecendo recarga de carros particulares a utilitários elétricos.

Para finalizar a unidade de Serviços, responsável pelo atendimento de reparo e manutenção de produtos do portfólio.

O amplo portfólio de produtos e soluções atendem as diversas demandas, do residencial ao industrial, distribuição de energia inteligente para serviços públicos, indústria, infra-estrutura e transporte.
© Razão Social: ABB Eletrificação Ltda | CNPJ: 33.449.988/0001-20
Copyright © 2013-presente Magento, Inc. Todos os direitos reservados.